Header Ads

El rincón del poeta


Desdecir 


Pedro Du Bois 


Absorto. Rezo indistintos espíritos: sofro 
a materialidade do ato no desconsolo 
por estar sozinho. Entrego ao nada o destino 
e o predador avança suas presas. Sou 
presa fácil. Destruo a casa no evitar 
dizer sobre o pai. O pântano interior 
congela a imagem no submerso 
transfigurado em herói. Acordo 
em orações ligeiras: em perigo 
acudo ao dito pelo não dito.

3 comentarios:

Con tecnología de Blogger.